Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

24 de abr de 2013

Dúvidas de Tempo


 A gente vai crescendo e vem surgindo as “dúvidas de tempo”. Fico impressionada como podemos nos surpreender com quão velocidade nossos pensamentos mudam, as opiniões divergem e a mágoa passa. A gente se mutila tanto por problemas tão vazios sem se preocupar com o que realmente interessa, como o autoconhecimento.
Large   Eu me admiro por assim dizer, me considerar sobrevivente, fui afetada pelo mal da humanidade. Deixei que um  vírus dominasse minha mente e controlasse meus sentidos. Deixei que o erro dos outros me causasse dor, deixei de dormir para pensar em soluções, deixei de amar por medo, deixei de sonhar por medo da queda, deixei de viver por não querer saber como realmente se vive. Eu fui comida viva por parasitas insanos que por tempos insistiram em me maltratar, quase me tornei fraca, não era mais eu e minha opinião, tudo era choro e mágoa.
       Eu me culpei por tanta coisa que nem cabia a mim saber  e como sofri pela dor de outros. Eu não conseguia perdoar ninguém, por simplesmente não saber perdoar e não livrava minha alma de pecados que eu cometia em sonhos. As dúvidas de tempo não apagam todos os pensamentos que já passaram pela minha memória e nem garante que nenhum deles possam não voltar, elas amenizam a dor, fazem um curativo em sangues ainda não coagulados e oferecem um pouco de conforto a  pensamentos cansados e problemas sem resolução. Eu sobrevivi a todos os monstros e vermes que viviam dentro de mim e se alimentavam do meu medo e das minhas incertezas. Eu sobrevivi quando mudei meu caminho e os meus valores, pois parte do que me mantinha era feita de dúvidas e a outra parte era curada pelo tempo.
Large

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.