Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

19 de fev de 2012

Você foi minha maior crise!

Tumblr_lypzbx80sh1r4y8nto1_500_large
Eu surtei, dentro do metrô, entre as estações Belém e Bresser. O trem estava parado no túnel, e eu achei que fosse morrer.  Eu lembrava do seu rosto, e tapava os ouvidos pra não me lembrar da sua voz, eu  não controlava minhas mãos que agiam por impulso, mexendo compulsivamente nos meus cabelos . Minha cabeça latejava como forma de protesto dos meus neurônios, por tudo que você havia me causado, certos espasmos de revolta, todas aquelas informações e experiências que trocamos  juntos, estavam contra mim, contra nós, contra meus medos,  meus sentimentos, minhas lembranças.
    Desde então, todas  as crises tornaram-se freqüentes, ferindo-me,  alimentando seu masoquismo com a minha dor.  Todas as crises, me tornaram uma pessoa completamente inerte ao mundo, cheia de vergonha de mostrar quem realmente sou. Me deixou apagada para as cores da vida, fez de mim uma bolha que me tornava incapaz de gritar, de me expressar, de sentir...
  A vergonha debochava, contente da minha cara, enquanto eu me sentia humilhada por não conseguir controlar as crises de medo, medo de te encontrar na rua, de você me procurar, de haver uma recaída, medo de me reapaixonar, medo de querer te matar, de te desprezar. Medo de nós dois.
  Eu não contava com as minhas crises, nunca pedi para elas virem ao meu encontro, mas elas estão aqui, não presentes no meu dia-a-dia, mas próximas o suficiente para me fazerem lembrar que elas me fazem companhia desde quando você me deixou, desde quando nos perdemos, o medo me dominou, algo persistiu . As crises me colocaram pra frente, me parando no caminho, mas me empurrando a continuar... 
425553_233789013382870_152012388227200_470472_1984456106_n_large

8 de fev de 2012

Um Amigo Colorido, Por Pavor!

Pra quem não sabe o que são “Amigos Coloridos”, eu explico:
São aqueles que apesar da grande amizade e confiança, ambos sentem atração um pelo outro, e não só admitem isso, como aproveitam essa situação sem estragar a amizade, nem se prender um ao outro!

A gente quer ficar com alguém, mas sabe que beijo de balada nunca será tão bom quanto beijar alguém que você sente carinho. É aí que surge o salvador, o amigo colorido, o "Pau Amigo" (PA), "Disk Sex", "Fuck Friend", entre outros apelidos divertidos...

Ele te faz rir, te da conselhos, se abre com você, mas também te beija nas horas vagas! Sem algemas, sem status de relacionamento no facebook, sem regras chatas nem ciúme doentio! Hoje vocês ficam, amanhã são amigos, e se der vontade, depois de amanhã vocês ficam novamente, simples assim! E o melhor: você ainda tem a liberdade de conhecer pessoas novas, e quem sabe, engatar algum namoro.

Esses amigos costumam suprir a necessidade que toda pessoa sente de ter alguém por perto, e o melhor de tudo é que um amigo já te conhece, te respeita, não vai fazer nada que você não queira, porque se fizer, corre o risco de perder a amiga.

Mas existem cuidados a serem tomados nessa situação. Você tem que ter em mente desde o começo que apesar de tudo vocês são amigos, e vocês não ficam de vez em quando pra tentar algo serio mais pra frente. A melhor coisa é não guardar esperança de que isso se torne realidade, pois isso nem sempre acontece. Se achar que está começando a sentir algo a mais, pise no freio, e veja se não está apenas confundindo as coisas, porque é provável que esteja.

O filme “Friends With Benefits” (Amizade Colorida, no nome adaptado para o português), retrata bem o que estou querendo dizer agora. Dois colegas de trabalho tornam-se amigos, e começam a se envolver sexualmente. Eles começam a misturar sentimentos, brigam, param de se falar, sentem falta um do outro, e começam a namorar. Mas é claro que estamos falando de um filme, e não podemos nos basear nisso, pois nem sempre funciona assim na vida real.

Tomados todos cuidados pra não se envolver emocionalmente e acabar se machucando lá na frente, é só aproveitar e curtir, porque às vezes, um amigo é tudo o que a gente precisa!

E agora você ta esperando o que pra achar o seu?


(Por Lais Dias)

6 de fev de 2012

Se você pode, eu também posso!

*Por Lais Dias

Quantas vezes você não disse isso pro seu parceiro?

Seu namorado sai com os amigos, bate um papo, joga futebol, etc... e tudo bem, afinal, qual é o problema dele ter sua vida individual de você? Eu pelo menos, não vejo nenhum!

O problema é que muitas vezes você não se incomoda, mas quando se trata de você ter o seu tempo com suas amigas, ele implica. Porque seus amigos não prestam, ele não vai com a cara de alguem, e por aí vai.

Não vou proteger nenhum dos sexos, o que estou falando aqui vale pra ambos. Tanto o homem,  quanto a mulher tem o mal hábito de querer impor suas vontades perante o seu parceiro. Ambos cometem os mesmos erros, e nunca ninguém admite que está errado. E é aí que tudo começa a desmoronar, e você se pergunta onde foi que errou!

Eu digo onde estava o erro. Foi logo no início, quando o mundo era um mar de rosas, e você achou que iria durar para sempre. Acho que tudo o que fazemos quando estamos dentro de um relacionamento, tem que ter comum acordo. Como sempre, conversa é a base de um bom relacionamento.

Quando você começa a namorar, é bom deixar algumas coisas claras, como por exemplo, que você ainda quer ter a liberdade de sair com a sua turma, do mesmo jeito, que seu parceiro, pode e deve continuar fazendo o mesmo.  Afinal, se vocês terminarem, quem vai te dar apoio e ouvir todas as suas lamentações?

As pessoas não podem agir de maneira egoísta. Porque querer proibir seu parceiro de ter seu tempo sozinho é a pior coisa. As vezes a gente ama a pessoa, mas não quer ver ela em tal dia. Não porque você esteja enjoada dela, mas porque é bom dar uma pausa, deixar a saudade bater sabe? É saudável, ajuda a gente a enxergar que queremos essa pessoa ao nosso lado. Mas ficar grudado a todo segundo, e se fechar numa "redoma de namorado/a" como eu costumo dizer, acaba com a sua vida. Você se afasta dos seus amigos porque se deixou dominar, porque foi submissa e fez tudo o que te "pediram". Aí se esse namoro acabar, você vai ver que quem abandonou os amigos, foi você, e não eles.

Então, senta, conversa, fala o que você gosta e desgosta. Faça um acordo, mas nunca tente proibir nada. Seu parceiro não é sua propriedade, e ciúmes não é o perfume do amor. Ciúmes é casca de ferida, é o ego machucado, irritado por não poder dominar o que não de pode dominar.

Agora fica a critério seu, você tem duas opções: respeitar o espaço da pessoa que você ama, ou tentar dominá-la. Mas aviso, se tentar a segunda opção, seu sonho acaba antes mesmo que você possa imaginar. E você se verá sozinha, sem ninguém pra te dar a mão.