Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

29 de jun de 2012

O abrir das pernas


É quando as pernas se descruzam, estalam o salto no chão, fixam toda a força do corpo nos pés, levantam-se e dão o primeiro passo. É quando as pernas se abrem e dançam, balançam, quanto caminham em uma direção. Se exibem, se mostram, vão atrás da felicidade, correm atrás de um amor mal resolvido, de uma nova chance, de um futuro melhor.
 Aqui tem pernas que se abrem para comer, para alimentar e se alimentar. Pernas que se abrem por abrir, reluzentes a um diamante, no banco do carona de uma Mercedes qualquer. Pernas que se abrem ao máximo, para dar volta ao mundo, para chegar no último degrau. Pernas que sobem de cargo, seduzem o chefe. Pernas que já se cruzam na  chefia, pernas que pisam na lama, que se abrem pra pular buracos, escalar montanhas.
  O abrir das pernas que trás vida, que passa todo um ser humano, uma nova luz. O . milagre. Pernas que se travam na cadeira, que não andam, mas tem vida no peito. O mover das pernas que não existem, que não nascem, mas que não deixam de correr atrás dos seus sonhos. Todas as pernas que comandam, que fazem acontecer. As pobres pernas das putas e dos filhos da puta, que passam em frente aos carros depois de mais um assalto. As pernas que não pararam o carro, se estiraram no chão. As pernas em pé, num transporte, parado no trânsito. Tudo em pernas que sustentam o mundo e é com elas que se vai mais além.

27 de jun de 2012

Era Amor...


E era um amor tão grande, era uma saudade tão grande, era um ódio tão grande. Era tudo. Era você. Ao mesmo tempo que eu sentia uma imensa vontade de te abraçar, eu sentia a mesma vontade de sufocar você até a morte. Era tudo. Era amor.
Em nossas brigas e no silêncio da madrugada que denunciava arrependimento de tantos gritos colados na parede. Era tudo, era nada, tantos detalhes, e coisas e, questões... Tantas palavras que mofavam nos cantos aonde ficava a infiltração do nosso relacionamento. Era mágoa. Era saudade.
   E todo aquele contexto, todas aquelas gotas de esperança que embalaram o nosso momento: O beijo, o cheiro, a saudade. O “Eu Te Amo” sussurrado, o abraço bem apertado, os olhos lagrimados. Era recomeço. Era lembrança. E em mim, eu acendi faísca de sorte. De esperança. De um novo tudo. Aos poucos vi você ir, sumir, fugir, rir.
   Era amor, tudo aquilo guardado no fundo dos nossos olhos, com a imensa vontade de se ver, de tentar. Sem recuperar o tempo perdido, só querendo fazer mais tempo, uma vida toda, um  caminho incerto a seguir.   E em nada, éramos erro. Era amor.

20 de jun de 2012

É ele ou o Corpo dele?


Do que você precisa? É ele ou o corpo dele? O que realmente te atrai, os beijos dele ou a sua necessidade de tê-lo por ter? Você se lembra dos motivos pelos quais você se apaixonou por ele? E agora, depois da turbulência, o que pesa mais, o amor que sentia ou o ponto que os trouxe até aqui?

   São dúvidas cruéis, até mesmo uma automutilação que acontece no corpo e na alma de quem não sabe ao certo que rumo a sua vida tornou. São pessoas, na maioria das vezes que se deixam levar livremente por homens e seus corpos pecadores. São mulheres que abdicam-se de todos os seus sonhos, princípios e orgulhos feministas por homens, que sequer, sabem o significado da palavra respeito, quanto mais amor. São pequeno moleques que se entopem de adrenalina corporal, esculpidos por uma academia qualquer que os moldam deliciosamente e em troca comem-lhes o cérebro sem pensar duas vezes. Como vender a alma ao diabo, eles abrem mão de serem homens para serem apenas ‘os gostosos de uma balada qualquer’.
  Do outro lado, pesando por igual, estão elas, mulheres que deixam-se levar por pura aparência, pelo simples motivo de ter um cara esteticamente perfeito, com uma decadente performance sexual e algumas fotos no facebook...

   Penso que estes dois se completam, a obcecada e o descerebrado... Agora se você quer um amor pra toda a vida, pense: É ele ou o corpo dele que você quer?  Ele te faz feliz por chamar atenção na rua ou por te roubar um beijo na chuva???   Esqueça o estereótipo,  homens estão para corpo, como mulheres estão para autovalorização. Se estiver mesmo querendo descobrir  os caminhos da felicidade e encontrar a química exata do amor, dê então, uma oportunidade aqueles caras que cuidam de você sem pedir em troca, e veja  o resultado. =)  

16 de jun de 2012

Para me completar



Você é tudo o que eu preciso para me completar. Você é meu sol nos dias ruins, e minha motivação para continuar. Eu sei que você é todas as flores que estão no meu caminho. Você é a minha força e o meu sorriso, a distância entre um abraço e o meu maior abrigo...
...É tudo o que eu preciso para me completar,
 Você é a minha dúvida e o meu coração, todas as minhas lágrimas e o Amor. Você é aquela incerteza que me faz arriscar, aquela chama que não se apaga dentro de mim. Você é o que me deixa bonita, a paz, o esperar, o acreditar....
   Você é aquele pequeno suspiro no meio da multidão. A gota de água que completa o meu oceano. O meu pulmão,  e todas as árvores que me fazem respirar melhor. Você é  o meu pedaço de carvão. Um diamante que só eu consigo entender.
   Você é aquele amor que não se descreve, tudo o que me move e o que me faz acreditar. Você é a mão que eu não soltei. O beijo que não se foi.
    O que eu preciso para me completar, um pedaço de mim, parte dos meus sonhos e da minha existência....
 Você é tudo o que eu preciso para me completar.


12 de jun de 2012

Ensina-me a Viver


Tire um tempo para mim, pegue-me pela mão e me mostra o lado bom de cada pedacinho de você. E me ensina a viver. Talvez eu assim, desconheça tanta coisa que só pode ser descoberta com você. Ensina-me a viver e me mostre que tomar banho de chuva não faz mal, e que ver o sol nascer pode ser tão bom quanto acordar as onze da manhã.
   Traga um pouco de si quando vier ficar comigo e não vá tão breve. Ainda preciso de você aqui.  Mostre-me que a gente pode se amar discutindo, com vontade de rir. E me conte mais sobre as coisas idiotas que você acha tão fascinante.  E não esqueça de me olhar dormir, e sussurrar para si mesmo que tem medo de me perder. Ensina-me a viver, e rabisque no eu diário de bordo uma nova definição de felicidade, me abrace quando ninguém mais estiver olhando e  diga que tudo vai ficar bem.
  Prometa-me que vendará os meus olhos contra o medo e que eu jamais o verei partir, sequer ouvir que você se arrependeu de ter ido! Ensina-me a viver, preciso de você para me conhecer, porque é assim que tem que ser. Abra seus olhos e me note a sua frente, sorridente, a espera do que você tem a me ensinar, com seu jeito meio torpe, eu vou me encantando. Aprendendo a viver, olhando no seus olhos, sendo sua eternamente.

   Ensina-me a vive e prometa lembrar de nós dois pelo resto da sua vida, até o fim da sua  existência. Ou até eu me perder de vez, em você...

7 de jun de 2012

À Brasileira – Com Pimenta Baiana


Sou meia desligada, assim, toda relaxada. Puta quando quero, quando é preciso estar toda à brasileira na praia, com biquininho apertadinho, esbanjando bronzeado, meio soteropolitana, toda cheia de charme, com pimenta baiana na ponta da língua.

Sou toda meiga, ora agressiva, moro na selva, onde os leões ficam em edifícios, corto a Paulista, com meu salto quinze, minha pressa à metrô e meu perfume à cansaço. Sou toda a brasileira, no shortinho pernambucano, no cabelo bem tratado com buriti da Amazônia. Toda disposta, não nega fogo num bom açaí. Toda morena, transpirando pelo meio dos seios, na blusinha sem sutiã andando por Cuiabá. Sou moça, sou donzela, uma tigresa gaúcha. Sou safada, toda cretina, dentro de um  tailleur vermelho em Brasília. Olha pra mim, vem em mim, toda fácil na areia de Ipanema. Prova de mim, me chamo timidez, me faz sua mineira.

  Sou toda á brasileira, com gosto de água de coco, lambuzada pelo sal da minha praia. Sou toda tropical, tem palmeiras que enfeitam meu andar, e um samba bom pra enfeitar o meu dançar. Uso roupa curta, exibo o que é bonito,  porque todo o sol me pertence, deliciosamente sorridente, Abertamente caliente. Toda apimentada, na ginga, no andar, na pose, no corpo. É curva de duna, moldada em Natal, são olhos escuros como o Pantanal. Sou cheia de exotismo, sou toda afrodisíaca, faceira, brasileira....

  Porque Deus é brasileiro, me esculpiu á beira mar, deu uma pitada de pimenta baiana para ressaltar aquilo que temos de melhor, a sensualidade tropical. 


3 de jun de 2012

Histórias de amor não se perdem no subconsciente.


Tudo que é bonito, que expressa um sorriso, que feito de coração, que nos coloca cor na vida, é amor. Todos aqueles, que por mais cafajestes e mal intencionados que nos aparecem, tem um pouco de amor, mesmo não sendo estes os melhores do mundo, nos proporcionaram pequenos instantes de amor, em seus beijos, atos e frase românticas expressas num SMS de uma operadora qualquer. O fato de receber uma mensagem de bom dia às sete da manhã, muda tudo! O pensar em alguém é amor. Paremos então de achar que só é preciso dizer ‘eu te amo’ quando estiver com a pessoa há mais de uma ano, paremos de dizer que amor só é amor quando intenso, respeitoso e verdadeiro!
   Não que estes não sejam, mas o amor também é amigo, está presente na última carteira na sala de aula, junto com a galera do fundão. O amor está entre duas telas de um computados, direcionados a um MSN de duas pessoas que estão distantes mas se entendem perfeitamente. O amor está presente na mesa ao lado do colega de trabalho. Junto com o convívio de pessoas que vemos todos os dias, independente do tempo que as conhecemos, pois provas de amor não necessitam de dinheiro emprestado, carona de boa vontade ou presente de aniversário. Amor que ser o sol todas as manhãs, quer uma boa conversa, um conselho retardado, uma abraço fraquinho, ou apertado. O amor quer uma bala dada de boa vontade, dividir o lanche na hora do intervalo, saber que não deve, mas fazer mesmo assim. O amor quer de você mais piadas sem graça, mais risadas quando não se pode, mais olhares que só alguns entendem.

    Não deixe que o ‘eu te amo’ casual, e até mesmo clichê impeça você de expressar seu amor, independente do tempo que conheça a pessoa ou esteja com ela. Se é para sempre, se vai durar... Não cabe o sentimento do amor dizer. Mas faça o que tiver vontade e o amor do momento permitir. Guarde na sua caixinha de histórias de amor todos os momentos bons com pessoas maravilhosas que passaram pela sua vida e inconscientemente lhe ensinaram coisas das quais se lembrará para sempre. Tudo é história de amor. Porque amor é tudo aquilo de bom que podemos viver, e elas não se perdem no nosso subconsciente.

1 de jun de 2012

Sexo, amor e outras pílulas.


Efeitos Pílula do dia seguinte
Sexo é ótimo, com amor, fica melhor ainda, com pílulas... Uma falha sua!
Simplificando... Estava linda, na balada, cara lindinho e cheio de charme, rolou química , teve um clima, uma passada no banheiro da balada, o cara não tem camisinha, você também não. Okay, o tesão estava no ápice, foram assim mesmo... Ejaculou dentro? Burra, você que aceitou!  Burro ele que não se protegeu! Burra você  duas vezes por ter transado sem proteção com mais um cara num banheiro de balada.
 Fato consumado. O que fazer?  Sair da balada as seis da manhã, ir para casa ou esticar até a farmácia?
 Chega sem jeito, pede uma pílula. O cara você não vai ver nunca mais, o sexo está ali, dentro de você, um filho, uma doença...
  Sem crucificações. Hoje falo não como a autora, mas como a pessoa, mais uma “menina”   que bela, caiu nas graças da pílula do dia seguinte com um ex-namorado. A pílula é boa? Sim! Resolve? Sim! (No meu caso, sim), mas e se não resolvesse?
  A faca de dois gumes fica num comprimidinho branco na palma da sua mão. Um filho com anomalias, um filho doente, um aborto mal resolvido, problemas para  o seu útero. Uma vez usada, aceitável, mas não serve como desculpas para nada. Sexo é bem feito tem camisinha, gratuita, que seja, distribuída pelo posto de saúde. Além de, não pesa. Não faz volume, não tem cheiro e nem é pecado.
   Previna-se, a PDS não é nenhuma pena de morte, mas melhor se cuidar e não fazer o uso dela, opinião de quem já sofreu por conta disso!

     Camisinha no posto é de graça!

Mundo Ingenuo