Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

8 de jul de 2013

De todas as coisas que viram saudade.

Eu resolvi escrever esse post em prol de dizer sobre todas as coisas que viram saudade, mesmo sem querer virar. Apesar de tempo afastada do blog por estar perto da conclusão do meu curso de administração, e pela mudança de emprego, algumas crises, coisa e tal... Eu nunca me esqueci do blog e nem da sensação de conforto e abrigo em expressar tudo o que sinto em poucas linhas, e é por isso que estou aqui, depois de superar minuciosamente todas as barreiras de uma fase da minha vida, depois de pensar carinhosamente no que escrever e em como tudo isso seria aceito, depois de selecionar bem cada minuto em que me dedicaria novamente ao que mais amo fazer, escrever.
    Boa Leitura!
bolhas.

De todas as coisas que viram saudade...

  Eu recuperei um Ipod velho, liguei o USB no meu notebook e recuperei velhas lembranças, velhos sentimentos, velhos ruídos que há tempos não perturbavam minha cabeça. Era tanta cosa junta que eu mal conseguis escrever para expressar, mas sabia que de todas as coisas, parte delas era saudade.
   A saudade nem sempre pode ser interpretada como vontade de sentir tudo aquilo outra vez, as vezes a saudade pode significar que no meio de uma grande tempestade, você sinta saudade daquela sensação de não se deixar morrer no meio de todo aquele desespero. E a vontade de sentir os pulmões se encherem novamente de ar quando se volta à superfície depois de sentir-se afogar. A saudade é aquilo que a sua memória fotografa e embora seja uma imagem ruim, ela sempre estará ali, inerte dento da sua mente e reaparece quando se sente falta de algo para pensar.

   Parece confuso, ou meio perturbador demais para se conseguir entender, mas tudo, tudo vira saudade um dia, vira história, vira memória; E quer saber, ainda bem que o tempo nos permite a saudade que regenera e reestrutura a nossa mente, que fortifica os músculos e deixa a mente em paz. Ainda bem que quando tudo vira saudade bate aquele alívio de ter sobrevivido, a felicidade de ter feito a escolha certa e a certeza de novas saudades.
Cry | via Tumblr

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.