Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

21 de mar de 2012

Quando o medo torna-se uma nova chance.

É muito fácil empurrar a sujeira para debaixo do tapete, quando nos encontramos já cansados de limpar, limpar e não ver resultado. O melhor mesmo é encurtar os caminhos, eliminar problemas, esquecer as obrigações.
 Quando aquele medo todo de andar no escuro apenas tateando as paredes e os objetos, torna-se uma nova chance de aproveitar o tato e o escuro como uma forma de apreciar texturas, sons e volumes que antes não eram perceptivos. É a oportunidade de se permitir ouvir o silêncio, sentir aquilo que você pode adivinhar  apenas com as mãos, com o toque, com a ponta de seus dedos...
   É quando a chance bate a sua porta, senta-se confortavelmente em seu sofá, lhe sorri e espera que você tome uma atitude. É onde o medo não faz mais morada e abre as portas para aquilo que pode ser novo, diferente, um recomeço! São pequenos instantes que devemos dar importância somente aos impulsos do cérebro para fazer bater o coração, e não as consequências. É uma questão de querer fazer, tentar, descobrir. Abdicar-se ao medo que consome o corpo, e dar espaço a janela da oportunidade, permitir-se dizer que somos capazes de começar de novo, de não cometer os antigos erros, de fazer ser-se novamente feliz.
E8303c89bc40455e1128e63dd0e7a8d8_large 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.