Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

27 de jul de 2012

Tire o que Puder de Mim


Tire o que puder de mim, e me lance aos seus leões completamente nua. Tire meu juízo com toda a sua força e destreza ao saber me irritar. Tire minhas armaduras quando pedir que eu entregue o meu coração à você.
    Olhe com todo o ser ar de desafio e me desafore com tudo o que cabe dentro de você. Com tudo aquilo que queres me fazer sentir, misturando dentro de mim, ter você e te odiar ao mesmo tempo. Rasgue-me ao meio, em pedaços, aos cubos, em tiras [...] Só pra te satisfazer, só pra você ver o que é capaz de arrancar de mim.
    Faça o que puder ou o que quiser fazer, tire de mim o que puder tirar, me tenha como quiser ter, mas se remoendo por dentro, ao saber que por trás das curvas, além do desejo, aqui cabe um sentimento preenchido de liberdade com um toque de sensualidade, além dos cabíveis níveis de vulgaridade. Onde você não vai me encontrar, não pode me prender e não pode obrigar a entrega-la pra você.
                 Tire o que puder de mim, mas não te tire de você.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.