Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

10 de dez de 2012

Flores de Pedras.


Eu coloquei flores de pedras sobre a nossa cama aonde me fiz em você pela primeira vez. Eu coloquei flores de pedras para não nos machucarmos com os espinhos. Eu preparei um pouco de mim para caber em você, para fazer em você, dentro de mim.
Dis_colored_leaves_by_h0ll0w25-d5fmeni_large    Eu coloquei um pouco de vento para sentir um pouco mais, pro tempo parar rápido demais, a ponto de não perceber, pro barulho contrastar com o que eu respirava, ou tentava respirar, com o que eu sentia e queria mais.   Eu coloquei um pouco de sol para dar a  impressão de calor, mais quente do que estava, mais molhado do que parecia, mais ardente do que podia, mais intenso e lindo como poderia ser.
     Eu coloquei flores de pedras sobre o seu corpo, com o intuito de te desenhar, de te guardar para sempre ali, tão perto de mim, tão detalhado no que me pertencia e que por detalhes miúdos me completava, me cedia, me amava, me mordia.
      Eu coloquei pétalas de flores para te sentir, pra te encaixar tão perfeitamente em mim a ponto de parecer uma coisa só, um abstrato com cores lindas, como uma aurora boreal brilhando no escuro, no silêncio com o ofegar do vendo que cabia ali, entre nós dois.
     Coloquei flores de pedras entre meus seios, como forma de amor. Como um pedido de: “Nunca me deixe ir”. Como a promessa de ficar para sempre. Porque flores de pedras são eternas, resistentes e mesmo com tanta aparência de frieza, são belas, como coube dentro de nós, como coube o nosso amor, como nos coube em um encaixe maléfico de perfeição. Como deveria ser.

Rosa_large

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.