Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

13 de jan de 2013

Pirulitos de sapos com sabor de decepção.



460_tid_pic-18_large
Não se preocupe, depois conversamos, acertamos tudo. Ficaremos bem.
Depois que toda essa culpa passar, tirarei o gosto amargo da decepção da minha boca e quem sabe chupar um pirulito de sapo com sabor de desgosto ou continuar sentindo o amargo da decepção.
    Vou colocar dentro de mim, a mistura de minhas lágrimas com a minha saliva, um pouco de tristeza com a saudade de não te ver mais. Fiquei sabendo que você está melhor que eu, aceita um docinho? Aceita uma lembrança? Me aceita de volta?
    Te mando com um embrulho cor-de-estômago, para que você não se esqueça da sensação que me causa e daquele frio macio que desce a minha espinha quando eu te olho. Mando entregar na sua casa, com um pouco de amor, com cheiro de corpo junto, na ponta dos meus dedos. Aceita amor? Aceita deixar a minha dor ir embora? Aceita os meus defeitos e os moldes das minhas qualidades que antes fora desenhado ao seu gosto.
    Não me dê um pirulito de sapo para engolir, é dor demais aqui presa na garganta, é muito sabor junto. Tem tudo. Tem os sapos que engoli, os gostos que senti, os beijos que te dei, o amargo da perda, o doce do amor, tem mais que tudo, e agora nada me resta, na mão um pirulito de sapo com gosto de decepção, com coisas não ditas no recheio e cobertura de tristeza.
    

Um comentário :

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.