Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

26 de set de 2012

Aceito!


422723_526075064074424_1511654653_n_large
Aceito trocas, mas nunca devoluções, porque não acho certo ter de volta um sonho que não deu certo e agora não seria diferente. Aceito críticas, mas nunca ofensas, porque estas são ditas por um alguém que não tem noção de individualidade humana e quer que todos sejam como ela. Aceito pensamentos incertos, mas não quero poderes de pensamentos ruins, não quero correr o risco de que energias negativas grudem em mim como carrapichos no capim. Aceito o amor que você tiver sobrando, aceito sugestões de um futuro para nós dois, mas não aceito ser iludida para satisfazer o seu ego. Aceito seus beijos, se você quiser que estes me pertençam, mas não aceito exibir minha boca para você provar aos outros que tem a melhor.
     Eu aceito tudo, aceito você, viver com você, ficar com você. Eu aceito te perder se chegar a hora de você partir, eu aceito suas desculpas para fazer eu me sentir melhor. Eu aceito o fim, vou abraça-lo e conviver com ele quanto tempo for necessário. Eu aceito ver você me dar as costas e jogas numa imensa fogueira toda a nossa vida, eu te aceito, enquanto tento recuperar nossas lembranças, mas não aceito, não vou admitir que você se aproxime com a intenção de enganar, de me mastigar, de me pisar, de me sentir quebrar por entre os seus dedos. Eu não vou aceitar que você tenha orgasmos diante da minha dor.  Eu te aceito, mas não aceito sua falta de coração.  Eu aceito as lágrimas que vierem, aceito a culpa, mas não aceito saber que tudo fora um plano. Eu aceito sorrisos trocados, brigas sem motivo e noites em claro. Mas nunca falsas esperanças, falsos momentos e palavras cuspidas da boca para fora. Eu aceito a dor, eu não vou morrer de amor, mas não aceito jamais saber que a mesma que te faz bem, que não passou de uma troca de favores, de alguma coisa e nada mais. Eu aceito dividir o seu sonho, uma troca de experiências, um pouco de amor trocado. Mas não aceito que os meus sejam machucados, rabiscados e depredados.
     E se eu tiver que aceitar que você nunca exista, ou venha, eu aceito,  mas não vou aceitar jamais te ver partir antes de se aproximar. Eu aceito sua falta, e o amor que nunca houve, mas não aceito que Deus tire de dentro de mim os sonhos que vieram trocados, de alguém que queria devolvê-los. 
374209_287992921247410_372987393_n_large

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.