Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

4 de ago de 2012

Só Prometa.


Prometa-me que vai ensinar meus dedos a lerem cada detalhe das coisas, quando meus olhos não puderem mais enxergar o que há de belo no mundo, na Vida.
Descreva-me todos os seus sentimentos, coloque-os num pergaminho, jogue no mar, guarde na minha gaveta de calcinhas. Encante-me com sua voz, com seu cheiro, seu dilema... Ensina-me a ver o que a minha dor é incapaz de ver.  Me beije quando minha voz sufocar, presa na minha garganta sem saber mais o que dizer, apenas procurando o melhor jeito de te querer. Leve-me, guie-me pelos seus caminhos,  a caminhar por desertos, a procura de flores, sorrisos e histórias.
Toque-me quando a noite chegar. Consuma-me, explora-me, devora-me, mate-me por algumas horas. Puxe-me para o seu céu, estica-me até o seu inferno. Deixe-me sentir o que o momento permitir, quando o frio chegar, proteja-me com seu amor.
  Apenas me prometa que não há e nem haverá nada entre nós. E que juntos somos indestrutíveis. Prometa que jamais nos permitiremos perder-nos na linha tênue entre o coração e a razão. Apenas me prometa isso, e que jamais haverá adeus; que  a morte é um breve sono até o nosso reencontro e que a felicidade morre e nasce conosco, todos os dias, assim como os dias.  Só me prometa, e não importa se as cumprirá ou não, mas me faça entender e aceitar que sim, e embora eu possa saber que me fará sofrer, eu preciso acreditar que tudo o que está dizendo é real e faz eu me sentir real. Pois eu prometo acreditar, eu te prometo fazer o melhor dos nossos sonhos e planos numa realidade paralela.

      Então prometa que não existirá nenhum amor maior que o nosso, embora fantasioso, ainda sim será maravilhosa. Só me prometa o que puder inventar para que eu posso dormir feliz...

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.