Direitos Reservados

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

7 de dez de 2011

Corpo




Meu corpo tem suas marcas, suas digitais, seu nome, seu cheiro, seu jeito.
           Meu corpo tem seu código de barras, sua identificação, seu gosto. Tem algo em mim, de você que não para de ser, não quer deixar de ter, de fazer. Tem nosso mapa, nas pequenas cidades, em todas as cores, das pequenas formas.
Meu corpo tem seu corpo,  em cima, do lado, de costas, dentro do corpo, seu corpo. Tem estilo rebelde, forma sensual, de todas as tribos. Falta a firmeza pra deixar de ser carente e para de precisar tanto do meu corpo, do que nos aquece, que pede um suor esfregado no outro. Um peito no peito do outro corpo, pra abraçar  as costas e dormir quietinho.
          O corpo, aquele pelo qual eu necessito, chamo pra perto do meu corpo que já é eu, e, agora é nosso, num só, sem tamanho nem dimensões, apenas a vontade de unir os corpos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Divida conosco sua opinião, seu carinho e seu Pecado.
Deixe seu link.